Uma bomba de prova

Imagine se ele tivesse entrado…

Um homem de 37 anos, inscrito no vestibular de Medicina da Universidade de Taubaté, no Vale do Paraíba, em São Paulo, chegou atrasado ao exame deste domingo, Os portões já tinham sido fechados e Edinaldo Rosetto foi impedido de entrar na universidade. Desolado, começou a balançar o portão já trancado.

Para surpresa de muitos pais que aguardavam do lado de fora do prédio, Edinaldo abriu a bolsa, retirou um isqueiro e começou a arremessar bombas contra o portão da universidade. Foram quatro explosões.

Leia mais clicando aqui.