Nu com o giz no bolso

De acordo com o Yahoo, professores, diretores e supervisores da rede estadual de ensino de São Paulo prometem realizar no próximo dia 15 de outubro, Dia do Professor, o “Dia do Nu Pedagógico“, como protesto por melhores salários:

A manifestação contra as propostas do governo acontecerá a partir das 14 horas, em frente à Secretaria Estadual da Educação, na Praça da República, no Centro de São Paulo, segundo o Sindicato de Especialistas de Educação do Magistério Oficial do Estado (Udemo).

Zero, nota zero

A situação no Rio não deve ser muito diferente:

Dos 214 mil professores que se submeteram à prova da Secretaria Estadual da Educação de São Paulo, 3.000 tiraram zero: não acertaram uma única sobre a matéria que dão ou deveriam dar em sala de aula. Apenas 111, o que é estatisticamente irrelevante, tiraram nota dez. Os números finais ainda não foram tabulados, mas recebo a informação que pelo menos metade dos professores ficaria abaixo de cinco.

Leia o artigo completo, de Gilberto Dimenstein, clicando aqui.