Violência na cidade

Tá cada vez mais difícil…

Após ter carro roubado, casal é empurrado do paredão da Avenida Niemeyer:

(…) escaparam milagrosamente da morte na madrugada desta quarta-feira. O empresário e a namorada foram rendidos por bandidos quando saiam de um restaurante na Lagoa. Eles tiveram o carro roubado e foram levados para a Avenida Niemeyer, de onde foram empurrados. Por sorte, o advogado ficou com o corpo preso em uma árvore e a publicitária conseguiu agarrar-se às pedras, de onde conseguiu pedir socorro.

Segundo o casal, eles foram rendidos por quatro bandidos quando deixavam, de carro, um restaurante na Avenida Epitácio Pessoa. Os bandidos entraram no veículo e levaram os dois até a Avenida Niemeyer, onde os dois foram obrigados a sair do veículo. Eles tiveram todos os bens roubados, foram agredidos e, logo depois, empurrados ao mar.

Perguntar não ofende

sambodromoAté que ano deste século o Sambódromo vai continuar sem passar por reformas, depois de 25 anos de existência ?

Até quando as enormes propagandas nas ‘costas’ da estrutura vão continuar mascarando as infiltrações e tantos ferros aparentes ?

E já não era hora da prefeitura comprar os escombros da antiga fábrica da Brahma para finalmente construirem o ‘lado de lá’ da Passarela do Samba ?

É claro como água que um planejamento bem feito, baseado nos projetos originais de Oscar Niemeyer, evitaria o anual monta-desmonta de diversos camarotes. E, afinal, não foi para evitar essa monta-desmonta que o Sambódromo foi construído ?

Update 15.12.2010 – Quase dois anos depois deste nosso post, a promessa (será ?):
RJ: Finalmente, a reforma do Sambódromo