Golpe milionário

No Globo Online:

O pianista americano Roger Davidson, produtor premiado com o Grammy e herdeiro da fortuna da multinacional de serviços de petróleo Schlumberger, foi vítima de um golpe sui generis em segurança da informação que pode ter lhe custado US$ 20 milhões.

Davidson levou seu laptop a uma loja de consertos em Nova York chamada Datalink Computer Products, do técnico Vickram Bedi e sua namorada islandesa Helga Invarsdottir. Ele suspeitava que um vírus infectara o computador e temia perder algumas de suas composições.

Percebendo que o compositor era rico, Bedi e Helga o convenceram de que o computador estava com um malware sofisticado, ligado a uma espécie de máfia em Honduras, que, por sua vez, teria conexões com a organização religiosa Opus Dei. Ambos os grupos, asseverou Bedi, visavam ameaçar a família de Davidson e, de quebra, o governo americano. Soa mirabolante? Pois está na Wired e no New York Times.

Davidson caiu na conversa dos dois e concordou em pagar não só pelo conserto como por “proteção” contra a máfia hondurenha e a Opus Dei. Assim, Helga e Bedi extorquiram inicialmente US$ 6 milhões do compositor até que a polícia, investigando outra denúncia contra Bedi, descobriu a trama. O casal foi preso enquanto se preparava para fugir dos EUA. A fraude se arrastou por seis anos, desde 2004, e segundo a polícia pode ter custado a Davidson os US$ 20 milhões, feitas todas as contas.

A nota foi encontrada aqui.

Golpe do chiclete

Do Globo Online:

Policiais militares do serviço reservado do Batalhão de Atendimento ao Turista prenderam, na manhã desta quarta-feira, por volta das 10h, Ednaldo Carneiro dos Santos, de 47 anos. Ele é acusado de aplicar doze golpes em idosos nos últimos dois meses na Rodoviária Novo Rio.

O ladrão foi flagrado pelos policiais depois de ter dado um chiclete com uma substância para dormir para Francisco Lopes Filho, de 82 anos. Segundo os policiais, os idosos costumavam desmaiar depois de mastigar os chicletes com a substância. Em seguida, as vítimas tinham as malas roubadas.

Ednaldo foi levado para 4ª DP (Central), e o idoso, para o posto médico da rodoviária.

Notícia encontrada aqui.

Golpe mórbido

O site Salada Cultural alerta para o golpe que, poucas horas após a morte do ator Patrick Swayze, começou a ser aplicado:

A estratégia da fraude consiste em atrair para páginas fraudulentas pessoas interessadas em informações sobre o ator que se consagrou como protagonista de “Ghost – Do outro lado da vida”.

Segundo a empresa de segurança Sophos, esses golpes consistem na criação de páginas maliciosas que aparecem quando os internautas fazem buscas em inglês pelos termos “morte do ator Patrick Swayze”. Em uma demonstração da Sophos exibida neste vídeo, o site fraudulento aparece logo na primeira página de resultados das buscas.

Quando o internauta clica no site dos golpistas, recebe um alerta de que seu computador precisa de uma varredura para a identificação de pragas virtuais. Se concordar, o programa mostrará diversos softwares maliciosos inexistentes e ainda vai sugerir que o usuário baixe um executável em seu computador. Além disso, os golpistas tentarão vender um falso antivírus para combater essas pragas inexistentes.

Quando instalada na máquina, o executável identificado como FakeAl-L permite que os golpistas controlem o computador remotamente. Dessa forma, podem por exemplo criar uma rede para o envio de spams.