Quando fala (a)o coração

Os alunos da professora de primeira série Debbie Moon estavam examinando uma foto de família. Uma das crianças da foto tinha os cabelos de cor bem diferente dos demais. Alguém logo sugeriu que essa criança tivesse sido adotada. Logo uma menina falou:

– Sei tudo sobre adoção, porque eu fui adotada.

Logo outro aluno perguntou-lhe:

– O que significa “ser adotado”?

– Significa – disse a menina – que você cresceu no coração de sua mãe, e não na barriga.

(desconheço o autor)

A propósito…

Dois em Um

Migobaiano mandou duas logo de uma vez, para “começar bem” 2009:

Crianças alemãs fogem de casa para se casar na África:

Um menino de sete anos de idade e uma menina de seis que moram em Hannover, no norte da Alemanha, fizeram as malas e fugiram de casa. Eles conseguiram chegar até a estação de trens da cidade, onde foram interceptados pela polícia. Segundo as crianças, elas queriam “ir à África para casar e viver por lá.” Elas tinham feito as malas e levavam a irmã da menina, de cinco anos de idade, para servir de “testemunha de casamento.“ Na bagagem, as crianças levavam roupas de banho, um colchão de ar, óculos escuros e comida.

Australiana é acusada de atear fogo em pênis do marido:

A promotoria diz que Rajini Narayan, de 44 anos, despejou um líquido inflamável sobre o marido, Satish, de 47 anos, enquanto ele dormia. Segundo o jornal australiano The Sydney Morning Herald, a promotoria afirmou que Narayan confessou o crime a vizinhos dizendo acreditar que estava tendo um caso amoroso. A mulher disse aos vizinhos que era uma “esposa ciumenta” e que “o pênis (do marido) deveria pertencer a ela”, disse o jornal, citando alegação da advogada Lucy Boord, da promotoria.

Vixe…