Mundo insano

Do Globo Online:

Um caso de rejeição de bebê nascido de inseminação artificial escandaliza especialistas em Curitiba, no Paraná. Um casal realizou tratamento de reprodução assistida. Logo no início da gestação, a mulher ficou sabendo que engravidou de trigêmeas. O pai, no entanto, disse que só queria duas crianças. As crianças nasceram em uma maternidade de Curitiba e o pai tentou abandonar uma das meninas. Afirmou que levaria para casa apenas duas delas.

O casal é de classe média alta. O Ministério Público impediu o casal de levar os bebês para casa. As três crianças foram encaminhadas a um abrigo e o caso está sendo tratado sob segredo de Justiça.

O médico que acompanhou o caso, Karan Abou Saad, afirmou que em seus 36 anos de profissão nunca viu algo parecido, de o pai rejeitar os filhos, ou um dos filhos, após o casal se submeter à técnica de inseminação artificial.

Leia mais clicando aqui.

Inutilidades inúteis do dia

– Larissa Riquelme foi ao Jô Soares ontem (não vi, não vejo) e disse que procura um namorado brasileiro. Quem se habilita ?

Maria e Wesley formam o casal mais simpático do BBB 11

Quanto tempo durará ?

Escuta revela que, sem carteira, Adriano não temia blitz

Violência na cidade

Tá cada vez mais difícil…

Após ter carro roubado, casal é empurrado do paredão da Avenida Niemeyer:

(…) escaparam milagrosamente da morte na madrugada desta quarta-feira. O empresário e a namorada foram rendidos por bandidos quando saiam de um restaurante na Lagoa. Eles tiveram o carro roubado e foram levados para a Avenida Niemeyer, de onde foram empurrados. Por sorte, o advogado ficou com o corpo preso em uma árvore e a publicitária conseguiu agarrar-se às pedras, de onde conseguiu pedir socorro.

Segundo o casal, eles foram rendidos por quatro bandidos quando deixavam, de carro, um restaurante na Avenida Epitácio Pessoa. Os bandidos entraram no veículo e levaram os dois até a Avenida Niemeyer, onde os dois foram obrigados a sair do veículo. Eles tiveram todos os bens roubados, foram agredidos e, logo depois, empurrados ao mar.