O caso do voo livre

No JB Online, com vídeo:

O incidente ocorrido no dia 17 de agosto entre um instrutor do Clube São Conrado de Voo Livre e um turista levanta questões sobre a responsabilidade de como o esporte deve ser fiscalizado no país. Atualmente, a prática de voo livre não conta com nenhum tipo de regulamentação específica, como também não existem órgãos responsáveis pela fiscalização de seus equipamentos e instrutores, que são indicados como aptos à prática pelas regulamentações internas de cada clube de voo.

(…) O episódio com o instrutor Luiz Gonzaga, que virou manchete depois de parar na Internet através de um vídeo, retrata o desespero do profissional ao se perder em uma nuvem durante o salto. Luiz, que teria 18 anos de experiência, se mostra despreparado para situações adversas.

Leia o texto completo em:
http://www.jb.com.br/rio/noticias/2013/08/28/voo-livre-sem-regulacao-representa-risco-para-os-turistas/

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s