Mundo insano

Do Globo Online:

Um caso de rejeição de bebê nascido de inseminação artificial escandaliza especialistas em Curitiba, no Paraná. Um casal realizou tratamento de reprodução assistida. Logo no início da gestação, a mulher ficou sabendo que engravidou de trigêmeas. O pai, no entanto, disse que só queria duas crianças. As crianças nasceram em uma maternidade de Curitiba e o pai tentou abandonar uma das meninas. Afirmou que levaria para casa apenas duas delas.

O casal é de classe média alta. O Ministério Público impediu o casal de levar os bebês para casa. As três crianças foram encaminhadas a um abrigo e o caso está sendo tratado sob segredo de Justiça.

O médico que acompanhou o caso, Karan Abou Saad, afirmou que em seus 36 anos de profissão nunca viu algo parecido, de o pai rejeitar os filhos, ou um dos filhos, após o casal se submeter à técnica de inseminação artificial.

Leia mais clicando aqui.

Primeiro de abril

Será que vou ter que explicar, por mais um ano, que o Google faz umas pegadinhas dessas ?

http://mail.google.com/mail/help/motion.html

Tem outra:

http://www.google.com/intl/en/jobs/uslocations/mountain-view/autocompleter/index.html

Outras aqui:

http://g1.globo.com/tecnologia/noticia/2011/04/pegadinhas-enganam-internautas-no-dia-1-de-abril.html

Knut morreu

De acordo com o Globo Online, o urso polar Knut morreu em 19.03.2011, e morreu afogado, segundo informou o zoológico de Berlim nesta sexta-feira, 01.04.2011:

Milhares de fãs inconformados planejavam para sábado um protesto contra o plano do zoológico de embalsamar o animal.

Knut

Knut

Knut, que ficou mundialmente famoso quando era filhote e foi rejeitado pela mãe, morreu repentinamente diante de centenas de visitantes atônitos no último 19 de março, aos 4 anos de idade, depois de cair, inconsciente, em um pequeno lago no cercado onde vivia.

Leia mais clicando aqui.

Violência – 2

Do Globo Online:

Segundo relato dos pais da aluna, Ellen Bionconi e Rubens Affonso, a filha, na época com 7 anos, sofria agressões físicas e verbais desde o início das aulas, em março de 2003. A vítima foi espetada na cabeça por um lápis, arrastada, sofreu arranhões, socos, chutes, gritos no ouvido, palavrões e xingamentos.

Mais aqui. A Justiça do Rio condenou o Colégio Nossa Senhora da Piedade a pagar uma indenização de R$ 35 mil, por danos morais.