Fazendo as contas

Só pra constar:

O governador Sérgio Cabral sancionou decisão da Assembléia Legislativa. Os procuradores do Estado terão direito a metade dos ganhos advocatícios – sucumbência – de 20%. Assim, em uma causa de R$ 1 bilhão – que não é incomum para um ente governamental – caberá aos procuradores 10%, ou seja, nada menos de R$ 100 milhões.

Achei aqui.