Momentos de adeus

Nestor Kirchner falecia lá fora (60 anos!) e aqui, na Moluscolândia, Romeu Tuma era velado em SP quando…

(não era eu)

—–

“Um homem conhecido como “O Glória” pelos servidores da Assembleia Legislativa de São Paulo chamou a atenção no velório do senador Romeu Tuma (PTB) na manhã desta quarta-feira. Ele invadiu a cerimônia com cantos religiosos. “Adeus, seja a glória. Amém”, repetia.

Policiais militares pediram para o homem ter respeito com a família e com os amigos presentes. Após a conversa, o homem parou de cantarolar e saiu acompanhado pelos policiais. Fora do prédio, voltou a entoar o mesmo cântico.

Segundo responsáveis pelo cerimonial da Assembleia Legislativa, “O Glória” aparece em quase todos os eventos da casa, por onde transita pelos corredores, escadas e restaurante, sempre cantando.”

Achei aqui.