Golpe mórbido

O site Salada Cultural alerta para o golpe que, poucas horas após a morte do ator Patrick Swayze, começou a ser aplicado:

A estratégia da fraude consiste em atrair para páginas fraudulentas pessoas interessadas em informações sobre o ator que se consagrou como protagonista de “Ghost – Do outro lado da vida”.

Segundo a empresa de segurança Sophos, esses golpes consistem na criação de páginas maliciosas que aparecem quando os internautas fazem buscas em inglês pelos termos “morte do ator Patrick Swayze”. Em uma demonstração da Sophos exibida neste vídeo, o site fraudulento aparece logo na primeira página de resultados das buscas.

Quando o internauta clica no site dos golpistas, recebe um alerta de que seu computador precisa de uma varredura para a identificação de pragas virtuais. Se concordar, o programa mostrará diversos softwares maliciosos inexistentes e ainda vai sugerir que o usuário baixe um executável em seu computador. Além disso, os golpistas tentarão vender um falso antivírus para combater essas pragas inexistentes.

Quando instalada na máquina, o executável identificado como FakeAl-L permite que os golpistas controlem o computador remotamente. Dessa forma, podem por exemplo criar uma rede para o envio de spams.

Vai encarar ?

Do site Correio da Bahia:

O empresário paulista Marcio Luiz Gouveia de Oliveira, 62 anos, resolveu fazer uma versão brasileira do concurso ‘o melhor emprego do mundo’, iniciativa promovida por autoridades australianas no início do ano, e oferece uma vaga de zelador numa ilha em Parati (litoral do Rio de Janeiro), com direito a R$100 mil por seis meses de expediente. As tarefas diária do emprego incluem identificar pontos de mergulho, monitorar o ecossistema da ilha, alimentar peixes e pássaros e manter um blog autalizado.

Leia mais clicando aqui.

US Open 2009

Ok, o argentino Del Potro impediu que o número 1 Roger Federer vencesse o US Open pela sexta vez consecutiva, Nadal voltou ao posto de número 2 e as irmãs Williams levaram seu décimo Grand Slam em duplas.

Mas nada foi mais legal neste US Open 2009 do que a volta triunfal de Kim Clijsters, acompanhada do sorriso de sua filha Jada. A ex-número 1 parou por 2 anos para ter seu bebê, e na volta, jogando como convidada e portanto sem direito a uma chave fácil, simplesmente foi campeã de um dos principais torneios do mundo, vencendo Serena Williams, que defendia o título, na semifinal. Tudibom.

DT1509A