Da realidade

Migajapa usou hoje no Twitter, mais que apropriadamente (e viva ela por este momento inesperado em sua labuta), a palavra “procrastinação”.

Fiquei pensando no percentual de jovens de 0 a 39 anos que não sabem o que significa esta palavra.

Não é culpa dela, claro, que é letrada (e, infelizmente neste país, uma exceção).

Mas fico pensando em quantos sabem até escrever “procrastinação”. E “exceção” também, a propósito.

Na verdade, fiquei pensando na quantidade dos que sabem o que significa “a propósito”.

Tsc.

Parafraseando Jorge Benjor, prudência, dinheiro no bolso, canja de galinha e um pouco de leitura não faz mal a ninguém.

#FimDoMomentoEstouIrritadoComIgnorânciaGeneralizada

CSI Zoo

O (excelente) Leitura Dinâmica da RedeTV fez ontem uma brincadeira em forma de charge com esse tema (gambás matando tartarugas pelo cheiro), que na verdade é bem sério:

Girafa é nova vítima de mortandade em zoo de Goiânia:

(…) Apenas neste ano, nove carnívoros de grande porte já morreram no zoológico. Outros 11 mamíferos, incluindo a girafa Kim, também morreram em circunstâncias investigadas. Na última sexta-feira, nove tracajás e uma tartaruga da Amazônia foram encontrados dilacerados. O diretor do Zoológico, Raphael Cupertino, afirmou que quatro gambás podem ter causado a morte dos quelônios. Mas ele não apresentou qualquer explicação para as outras mortes.

Já são 62 bichos mortos.

Mobral

Começar o dia aprovando comentário (não foi aqui) com a palavra “encriveu” não dá.

Preciso ser mais paciente, eu sei. Mas deve ser a crise das quartas.