Da realidade que alguns não conhecem

Os “homens do poder” nas esferas municipal e estadual que resolveram adiar as aulas nunca precisaram pegar transporte coletivo no Rio no horário de rush.

Não conhecem, portanto, ó ingenuidade latente, a realidade de um grupo de trabalhadores suados todos colados uns nos outros, sendo amassados e involuntariamente cheirando o cangote uns dos outros, são potenciais candidatos a qualquer doença transmissível.

Melhorar o transporte público e melhor a saúde do país, claro, nem estão sendo citados aqui. E eu nem estou falando especificamente de gripe suína. E nem estou falando de ônibus velhos, estou falando de metrô às 18h.

Minha torcida sempre é para que estes responsáveis que lutam por um salário muitas vezes de miséria não compartilhem entre si doenças e levem para seus filhos que, por causa dos adiamentos de aulas, estão em casa.

Ou nos shoppings.

…..

Muito a propósito:

Gripe suína: Estado e município podem estender férias até 17 de agosto, como defendem especialistas:

A presidente da Sociedade de Pediatria do Rio de Janeiro (Soperj), Fátima Coutinho, ressalta que as atividades ao ar livre devem ser privilegiadas:

– Este adiamento exige um compromisso das famílias de que as crianças não ficarão aglomeradas em outros locais. Isso precisa ser muito trabalhado porque se ela não vai para escola, mas vai para outro local fechado e com muita gente, o risco é o mesmo. É importante adiar desde que as famílias se conscientizem que não é para substituir um aglomerado por outro.